• ---
  • Máx: ?
  • Min: ?

  • ---
  • Máx: ?
  • Min: ?

Notícias

Samae de São Ludgero realiza ação para detectar ligações clandestinas nas redes coletoras de esgoto

Secretaria de Saúde - Publicado em 18/11/2019 às 14:54 - Atualizado em 18/11/2019 às 14:54

Gerador de fumaça
Créditos: Arquivo Samae Baixar Imagem

       Com o objetivo de detectar possíveis ligações clandestinas nas redes coletoras de esgoto, em especial águas pluviais, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Samae) de São Ludgero inicia mais um trabalho de vistoria pela cidade com o equipamento de gerador de fumaça. A ação começou pelo bairro Encosta do Sol e se estenderá por toda área de abrangência da Autarquia Municipal.

        O trabalho pretende alcançar melhorias na rede de esgoto evitando problemas com retorno de esgoto para dentro das residências, principalmente em épocas de muita chuva, causando mau cheiro, gerando impacto ambiental e aumentando o custo das manutenções. Além disso, a ligação irregular de água da chuva na rede de esgoto pode prejudicar o funcionamento da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) diminuindo sua eficiência.

            Com o equipamento gerador que exala fumaça nos bueiros ou poços um técnico localiza e identifica os locais onde é expelida para detectar possíveis ligações clandestinas nas redes de esgoto, como conexões irregulares ou interligações de galerias pluviais. Ao constatar a irregularidade os proprietários são notificados e orientados a fazer as alterações necessárias. Caso a regularização da situação não aconteça no prazo determinado, haverá cobrança de multa.

      Durante as visitas existe a possibilidade de sair fumaça de ralos, calhas e pias dos imóveis. No entanto, o morador não precisa se preocupar, pois a fumaça não é tóxica e não oferece riscos à saúde da população ou animais.

        A mesma ação já ocorreu no ano de 2017, num trabalho de revisão feito devido ao projeto “São Ludgero 100% Esgoto Sanitário Tratado nas áreas Urbana e Rural”. Vários problemas foram detectados e os proprietários regularizaram a situação.

      A Diretora do Samae de São Ludgero, Judite Peters Schurohff, enfatiza a importância da ação para o combate das ligações clandestinas e melhoria da eficiência do tratamento do esgoto doméstico. “Além da ineficiência do trabalho as ligações clandestinas contribuem para o aumento dos custos com manutenções”, alerta.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar