• ---
  • Máx: ?
  • Min: ?

  • ---
  • Máx: ?
  • Min: ?

Notícias

São Ludgero lidera ranking regional com 89% da população vacinada contra a Febre Amarela

Secretaria de Saúde - Publicado em 31/07/2019 às 11:21 - Atualizado em 31/07/2019 às 14:37

   Com 89,66% da população vacinada contra a Febre Amarela o município de São Ludgero lidera o ranking regional formado por 18 municípios, seguido de Rio Fortuna (89,20%) e São Martinho (88,97%). A equipe da Sala de Vacinas, localizada na ESF Margem Esquerda, pede que as pessoas da comunidade que ainda não receberam a dose única que procure a unidade de segunda a sexta-feira, com atendimento das 7h30min às 17h30min sem fechar ao meio dia.

    A meta estabelecida para São Ludgero é vacinar 10.344 pessoas, sendo que já foram vacinadas 9.274, faltando ainda um total de 1070 pessoas. Pode receber a vacina pessoas entre as faixas etárias de 9 meses a 59 anos, sendo que acima de 60 anos devem apresentar receita médica.

    A Febre Amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um arbovírus (vírus transmitido por artrópodes), que pode levar à morte em cerca de uma semana se não for tratada rapidamente. Os casos de Febre Amarela (FA) no Brasil são classificados como Febre Amarela Silvestre ou Febre Amarela Urbana, sendo que o vírus transmitido é o mesmo, assim como a doença que se manifesta nos dois casos, a diferença entre elas é o mosquito vetor envolvido na transmissão.

    As responsáveis pela Sala de Vacinas em São Ludgero, Rosi Borba Werncke e Simara Medeiros Martins, explicam que a campanha iniciou no mês de fevereiro com grande procura, inclusive, com filas. “Depois diminuiu, voltou a ter grande procura durante o Dia D em 9 de março e novamente diminuiu a procura. O pedido é que as pessoas da comunidade que ainda não receberam a vacina que compareça até a Sala de Vacinas”, ressalta Rosi. Elas lembram que é obrigatório a apresentação da Caderneta de Vacinas e o Cartão do SUS. Mais informações ou esclarecimentos pelo fone (048) 3657-0828.

    Para a Secretária de Saúde, Nilva Schlickmann Pickler, o percentual representa o interesse da população somado ao esforço do setor de saúde para que as pessoas sejam vacinadas e fiquem protegidas. “Todos os envolvidos, direta e indiretamente, estão de parabéns. Reforço o pedido para que as pessoas que ainda não receberam a vacina que marque presença na Sala de Vacinas e receba sua dose única”, enfatiza a secretária.


Galeria

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar